6.10.20

Comunicação

Terça-feira, 06 de Outubro


Num sentido muito real, educação a qualquer nível é comunicação. O professor tem conhecimento, sabedoria, informação, factos, o que quer que seja, para transmitir ao aluno. Alguém repleto de conhecimento deve ser capaz de o comunicar a outros; caso contrário, de que serve tudo o que ele sabe, pelo menos em termos de ensino?

Contudo, noutro nível, habilidades de ensino não envolvem apenas a capacidade de comunicar. O relacionamento é igualmente crucial para o processo. “O verdadeiro professor pode comunicar a seus discípulos poucos benefícios tão valiosos como o de sua própria companhia. É um fato, relativamente a homens e mulheres, que só os podemos compreender quando chegamos em contato com eles pela simpatia; e quanto mais não se dá isto em se tratando de jovens e crianças! E temos necessidade de os compreender a fim de mais eficazmente beneficiá-los.” Ellen G. White, Educação, p. 212

Noutras palavras, um bom ensino também funciona no nível emocional e pessoal. No caso da família como escola, isto é muito importante. Deve ser estabelecido um bom relacionamento entre o aluno e o professor.

Os relacionamentos são estabelecidos e desenvolvidos através da comunicação. Quando os cristãos não se comunicam com Deus, com a leitura da Bíblia ou a oração, o relacionamento deles com Deus fica estagnado. As famílias precisam de orientação divina se quiserem crescer na graça e no conhecimento de Cristo.

3. Como podemos desenvolver fortes relacionamentos familiares? Salmos 37:7-9Provérbios 10:31, 3227:17; Efésios 4:15; 1 João 3:18; Tito 3:1, 2; Tiago 4:11

Tirar tempo para semear a semente da comunicação não só prepara os membros da família para um relacionamento pessoal com Cristo, mas também ajuda a desenvolver relacionamentos dentro da família. Isto abre canais de comunicação que teremos prazer em ter formado quando os filhos atingirem a puberdade e a idade adulta. E mesmo que não tenhamos filhos, os princípios encontrados nestes textos podem funcionar para todos os tipos de relacionamentos.

O que dizemos é tão importante como a maneira de dizer? A sua maneira de dizer algo já arruinou o impacto do que tinha dito, mesmo que as suas palavras estivessem correctas?

Sem comentários: