30.4.17

E se Adão e Eva não tivessem pecado?

E se a história do mundo fosse diferente? E se Adão e Eva não tivessem pecado? É correcto especular desta maneira?

Claro que podemos especular sobre o que teria acontecido se o rumo da história fosse diferente. Imagine se Adão e Eva não tivessem pecado, ou se apenas Eva o tivesse feito, o que teria acontecido? E se não houvesse ninguém justo na terra, quando ocorreu o dilúvio? E se Abraão não tivesse obedecido a voz de Deus? E se Moisés não tivesse aceitado ser o líder do povo de Israel? E se o dia do Senhor não fosse o Sábado? Como seria nosso mundo hoje? Certamente, seria diferente.

Por exemplo, se Jesus não tivesse vindo, não haveria propósito para nossas vidas. Mas o mais importante não é sabermos como poderia ter sido, mas como é. Deus quer falar ao nosso coração, seja através da natureza, da Bíblia, ou até mesmo por nossa própria consciência. Imagina que o grande Rei do Universo, Criador de todas as coisas, importa-se connosco! Ama-nos! Isso é maravilhoso! Todas estas indagações, e muitas outras, nós humanos não temos como explica-las de modo totalmente satisfatório. Existem assuntos que Deus não nos revelou e que não nos devemos deter a pesquisar.

Dizem as Escrituras: “As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.” Deuteronômio 29:29

As coisas misteriosas pertencem apenas a Deus. Isto acontece devido a alguns factores. Aqui estão os principais:

- Deus não revelou muitas coisas porque elas não são importantes para nossa salvação.

O Espírito Santo colocou na Bíblia o que é “essencial para nossa salvação”. Portanto, o objectivo das Escrituras é apontar para o caminho da vida eterna, Jesus, e não nos revelar coisas ocultas. Teremos a eternidade para aprender sobre esses assuntos.

- Muitas coisas Deus não revelou porque a nossa mente, corrompida pela pecado, não pode compreendê-las.

A nossa capacidade mental precisa ser desenvolvida, Jesus precisa voltar e transformar-nos a fim de entendermos assuntos mais profundos. No momento em que estamos neste mundo, devemos dedicar tempo para aprender mais acerca do que Deus nos mostra na sua Palavra; precisamos nos preparar para estar com Deus na eternidade, a fim de que possamos pedir-lhe pessoalmente que esclareça todas as nossas dúvidas.

Para entendermos as questões não reveladas, temos que aceitar Jesus como nosso Salvador pessoal, e obedecê-lo em tudo que está bem claro nas Escrituras. Depois iremos para o céu, com Jesus, e lá poderemos perguntar a Deus acerca dos mistérios não revelados.

Fonte original: novotempo.com

16.4.17

Acreditar não salva




Penso que muitos de nós esquecemos que acreditar não nos vai salvar, nem fazer entrar pelas portas da santa cidade. E muito menos nos vai salvar apenas fazer um "like" ou um "gosto" neste post, ou outros no facebook, ou dizer amém a uma mensagem. Temos que ser transformados!

Lembram-se da conversa de Jesus com o jovem rico?

"E perguntou-lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe. E disse ele: Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade. E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me. Mas, ouvindo ele isto, ficou muito triste, porque era muito rico." Lucas 18:18-23

A maior parte de nós lemos, ou ouvimos falar deste texto, mas apenas nos focamos no verso seguinte:

"E, vendo Jesus que ele ficara muito triste, disse: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas!"
Lucas 18:24

Sabem, as riquezas não são apenas dinheiro! São todas as coisas a que nos agarramos, às nossas próprias ideias, à nossa própria interpretação do texto bíblico.

"Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam." Isaías 64:6

Queremos que Deus se adapte a nós, mas não queremos ser transformados pela palavra. Queremos acreditar que Deus é amor, e isso é verdade! Mas Deus também é justiça, e as duas andam sempre juntas. Sempre!

Mas muitos continuam a dizer "Jesus ama-nos muito! Está sempre pronto a perdoar!" Sim, mas isso significa que vamos continuar sempre a pecar e depois pedimos perdão e está tudo bem?

"Se me amais, guardai os meus mandamentos." João 14:15

É muito difícil de entender? Somos pecadores. Precisamos confessar os nossos pecados. E Deus perdoa. Mas não chega! Precisamos de nos arrepender dos pecados! E isso o que significa? Mudança de vida. Viver de acordo com o padrão de Deus, e não o nosso.

Se continuamos nas nossas ideias erradas, e pensamos que tudo vai acabar bem, o nosso futuro é apenas um:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." Mateus 7:21-23

O segredo para que Jesus não nos afaste, vem nestas palavras do salmista:

"Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário. Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão. Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça. Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor. Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus." Salmos 51:9-17

Depois, a nossa gloriosa recompensa é esta:

"Diante da multidão de resgatados está a santa cidade. Jesus abre amplamente as portas de pérolas, e as nações que observaram a verdade, entram. Ali contemplam o Paraíso de Deus, o lar de Adão em sua inocência. Então aquela voz, mais harmoniosa do que qualquer música que tenha soado já aos ouvidos mortais, é ouvida a dizer: “Vosso conflito está terminado.” “Vinde, benditos de Meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Grande Conflito 646.1

Maranata!

13.4.17

Piri Reis

“There is nothing concealed that will not be disclosed, or hidden that will not be made known.” Luke 12:2

The Piri Reis map has always been one of my favourite mysteries of all history (closely followed by Plato’s Atlantis and emperor Ashoka’s Nine Unknown Men). Doubters will always doubt, and a mystery is always a mystery. But what most puzzles me is that modern man puts himself in an arrogant position of being evolved, and places the past as an age of darkness and stupidity. No. I am sorry to rain on your parade, but no. In modern times, especially after Julius Caesar caused the destruction of the Library of Alexandria, and after the Dark Ages and the terrible feats of the Roman Catholic Church, knowledge was lost. Now we are faced, in the most part, not with discoveries but rediscoveries.

“What has been will be again, what has been done will be done again; there is nothing new under the sun. Is there anything of which one can say, "Look! This is something new"? It was here already, long ago; it was here before our time. No one remembers the former generations, and even those yet to come will not be remembered by those who follow them.” Ecclesiastes 1:9-11

An example of that was J. Robert Oppenheimer’s answer to a student at Rochester University, who asked whether the bomb that exploded at Alamogordo was the first one to be detonated: “Well — yes. In modern times, of course.”

And another thing is clear: modern leaders and politicians are making the same old mistakes again. The prophecies of Daniel 2 are clearly being fulfilled.

The past is filled with things that might surprise you. Don’t assume you know everything, don’t assume that modern science and scholars have all the answers. Keep an open mind.

“And ye shall know the truth, and the truth shall make you free.” John 8:32

Watch Mike Chen’s “Beyond Science” video about the Piri Reis map, and draw your own conclusions. Or ask more questions. But above all, learn something new. Or something old. :)

Scroll down for the video.

Comment below with your thoughts.

“Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido.” Lucas 12:2

O mapa de Piri Reis sempre foi um dos meus mistérios favoritos de toda a história (seguido de perto pela Atlântida de Platão e os Nove Homens Desconhecidos do imperador Ashoka). Os que duvidam, vão sempre duvidar, e um mistério é sempre um mistério. Mas o que mais me intriga é que o homem moderno se coloca numa posição arrogante de ser evoluído, e coloca o passado como uma era de escuridão e estupidez. Não. Lamento chover no teu desfile, mas não. Nos tempos modernos, especialmente depois de Júlio César ter causado a destruição da Biblioteca de Alexandria, e depois da Idade Média e dos terríveis feitos da Igreja Católica Romana, o conhecimento perdeu-se. Agora, estamos diante, na maior parte, não de descobertas, mas de redescobertas.

“O que foi tornará a ser, o que foi feito se fará novamente; não há nada novo debaixo do sol. Haverá algo de que se possa dizer: "Veja! Isto é novo!"? Não! Já existiu há muito tempo; bem antes da nossa época. Ninguém se lembra dos que viveram na antiguidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão lembrados pelos que vierem depois deles.” Eclesiastes 1:9-11

Um exemplo disso foi a resposta de J. Robert Oppenheimer a um estudante da Universidade de Rochester, que perguntou se a bomba que explodiu em Alamogordo foi a primeira a ser detonada: "Bem - sim. Nos tempos modernos, é claro.”

E outra coisa é clara: os líderes e políticos modernos estão a cometer os mesmos velhos erros novamente. As profecias de Daniel 2 estão claramente a ser cumpridas.

O passado está cheio de coisas que podem surpreender-te. Não assumas que sabes tudo, não assumas que a ciência e os estudiosos modernos têm todas as respostas. Mantém uma mente aberta.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32

Vê o vídeo de Mike Chen, no ”Para Além da Ciência”, sobre o mapa de Piri Reis e tira as tuas próprias conclusões. Ou faz mais perguntas. Mas acima de tudo, aprende algo novo. Ou algo antigo. :)

Comenta abaixo com os teus pensamentos.


5.4.17

A receita do grande médico para repouso


















"Se nossos obreiros missionários-médicos seguissem a receita do Grande Médico para se obter repouso, uma restauradora corrente de paz fluiria através de suas almas. Eis a receita: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30.

Quando os nossos obreiros missionários-médicos seguirem esta prescrição, recebendo do Salvador poder para revelar-Lhe as características, sua obra científica adquirirá a maior solidez. Em virtude de ter a Palavra de Deus sido negligenciada, têm-se feito coisas estranhas na obra médico-missionária ultimamente. O Senhor não pode aceitar a presente situação.

Estudai a Palavra que Deus em Sua sabedoria, amor e bondade tornou clara e simples. O sexto capítulo do Evangelho de João diz-nos o que significa o estudo da Palavra. Os princípios revelados nas Escrituras devem ser esclarecidos para a pessoa. Devemos comer a Palavra de Deus; isto é, não devemos desviar-nos de seus preceitos. Devemos introduzir suas verdades em nossa vida diária, apossando-nos dos mistérios da piedade.

Orai a Deus. Comungai com Ele. Provai a própria mente de Deus, como aqueles que estão porfiando pela vida eterna, e que devem ter o conhecimento de Sua vontade. Podeis revelar a verdade apenas como a conheceis em Cristo. Deveis receber e assimilar Suas palavras; elas devem tornar-se parte de vós mesmos. Isto é o significa comer a carne e beber o sangue do Filho de Deus. Deveis viver de toda palavra que sai da boca de Deus; a saber, o que Deus revelou. Nem tudo foi revelado; não poderíamos suportar tal revelação. Deus, porém, revelou tudo o que é necessário para nossa salvação. Não devemos deixar Sua Palavra pelas suposições dos homens.

Obtende um conhecimento experimental de Deus usando o jugo de Cristo. Ele dá sabedoria aos mansos e humildes, habilitando-os a ajuizar do que é a verdade, trazendo à luz o porquê e para quê, indicando o resultado de certas ações. O Espírito Santo ensina o estudante das Escrituras a julgar todas as coisas pelo padrão de justiça, verdade e retidão. A revelação divina o supre do conhecimento de que ele necessita.

E o conhecimento necessário será dado a todos os que vierem a Cristo, que receberem e praticarem os Seus ensinamentos, fazendo de Suas palavras uma parte de sua vida. Os que se colocam sob a orientação do grande Missionário Médico, para serem cooperadores Seus, obterão um conhecimento que o mundo, com toda a sua tradicional erudição, não pode proporcionar.

Tornai a Bíblia vosso conselheiro. Vossa familiaridade com ela aumentará rapidamente se mantiverdes a mente livre do lixo do mundo. Quanto mais a Bíblia for estudada, tanto mais profundo será vosso conhecimento de Deus. As verdades de Sua Palavra vos serão escritas na alma, causando uma indelével impressão.

Não só o próprio estudante será beneficiado pelo estudo da Palavra de Deus. Seu estudo é vida e salvação para todos com quem ele se associa. Sentirá ele uma sagrada responsabilidade de comunicar o conhecimento que recebe. Sua vida revelará o auxílio e a força que ele recebe da comunhão com a Palavra. A santificação do Espírito será vista nos pensamentos, nas palavras e nos atos. Tudo o que ele diz e faz anunciará que Deus é luz e que nEle não há treva alguma. De tais pessoas pode o Senhor Jesus dizer realmente: “São cooperadores de Deus.”"

Ellen G. White, Conselhos sobre o Regime Alimentar, 370.2 - 372.1