14.12.10

There and back again...

...again...



Não tenho muito para dizer, ou talvez o problema seja exactamente o contrario... Tenho muito...

Mas as palavras custam a sair, mesmo escritas. Porque? Porque são entrecortadas por aquele aperto na barriga, o nó na garganta, a lágrima que quer rolar...

Sei que foi um fim de semana fantástico! Não, TU és fantástica!!!

Amo-te, tenho saudades já, e muitas...

Recomeçar a contagem decrescente :)

6.12.10

Palavras...

Gosto de ouvir a chuva a cair, gosto de cães, gosto de gatos. Gosto de ouvir os pássaros a cantar, mesmo quando chove! Gosto do raio de sol que atravessa as nuvens num dia frio, gosto de puré de batata, gosto de pizza com ananás, gosto de sandoxas de manteiga de amendoim e banana. Gosto de cantar, gosto de ler e gosto de me rir ate que me doí a barriga e começo a chorar. Gosto de tanta coisa, e o texto podia crescer muito mais. Mas, sabes uma coisa? De ti não gosto. Não posso dizer que "gosto de ti", palavra demasiado pequenina, muito curta, muito reservada a "coisas", boas talvez, mas "coisas". Não, não gosto de ti... eu AMO-TE! Fazes-me falta como o ar que respiro, e cada dia que passa, cada momento, cada hora, minuto, segundo... amo-te mais e mais e mais e mais e mais e mais... Amo-te. Não encontro mais palavras, só sei... que te amo. :)