21.2.18

A casa do Tesouro

Quarta-feira, 21 de Fevereiro

Deus tem um “depósito” para armazenar o vento (Jeremias 10:13), a água (Salmos 33:7), neve e saraiva (Jó 38:22), sobre os quais Ele tem total controle. Mas o “depósito” mais precioso é aquele em que é armazenado o dízimo. “Aos filhos de Levi dei todos os dízimos em Israel por herança, pelo serviço que prestam, serviço da tenda da congregação” (Números 18:21). Este versículo é a primeira referência ao local em que o dízimo era armazenado e serve de base ao que hoje é conhecido como “o princípio da casa do Tesouro”.

Mais adiante, Deus instruiu os israelitas a levar o dízimo para um lugar de Sua escolha (Deuteronómio 12:5, 6). Nos dias de Salomão, o dízimo era devolvido no templo de Jerusalém. Os israelitas entenderam facilmente o que era o “depósito” e onde era quando Malaquias disse: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro” (Malaquias 3:10). A casa do Tesouro representava o local em que ocorriam os cultos religiosos e onde os levitas eram sustentados.

5. Que outros nomes são usados nas Escrituras para identificar a “casa do Tesouro”? (1 Crónicas 26:20; 2 Crónicas 31:11-13; Neemias 10:38). Assinale “V” para verdadeiro ou “F” para falso:

A.( ) Tesouros da casa de Deus; depósitos da casa do Senhor; câmaras da casa do Tesouro.

B.( ) Armazém; cofre sagrado; sala das ofertas.

Trazer o dízimo à casa do Tesouro é o único modelo apresentado nas Escrituras. Em cada dispensação, Deus teve um “depósito central” para administrar o dízimo. Os adventistas do sétimo dia são uma igreja mundial em que o “princípio da casa do Tesouro” é aceite e praticado. Os membros são encorajados a devolver o seu dízimo à Associação/Missão através da igreja local. A Tesouraria da Associação/Missão é o órgão que paga o salário dos pastores.

“À medida que a obra de Deus se amplia, pedidos de auxílio aparecerão mais e mais frequentemente. Para que esses pedidos possam ser atendidos, os cristãos devem acatar a ordem: ‘Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na Minha casa’ (Malaquias 3:10). Se os professos cristãos levassem fielmente a Deus seus dízimos e ofertas, o divino tesouro estaria repleto. Não haveria, então, razão para recorrer a quermesses, rifas ou reuniões de diversão a fim de angariar fundos para a manutenção do evangelho” (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 338).

O que aconteceria com a obra de Deus se as pessoas enviassem o dízimo para onde quisessem? Porque é importante enviá-lo ao local a que ele pertence?

The Storehouse

Wednesday, February 21

God has a storehouse for wind (Jeremiah 10:13), water (Psalm 33:7), and snow and hail (Job 38:22), over all of which He has total control. But God’s most precious storehouse is the one involving tithe. “I give to the Levites all the tithes in Israel as their inheritance in return for the work they do while serving at the tent of meeting” (Numbers 18:21, NIV). This verse is the first mention of where the tithe is kept and is known today as “the storehouse principle.” God further instructed the Israelites to bring the tithe to a place of His choosing (Deuteronomy 12:5, 6). During the time of Solomon, tithe was returned to the Jerusalem temple. The Israelites easily understood what and where the “storehouse” was when the prophet Malachi said to them: “Bring the whole tithe into the storehouse” (Malachi 3:10, NIV). The storehouse represented the location from where religious services took place and where the Levites were supported.

What other names are used in Scripture to identify the storehouse? 1 Chronicles 26:20, 2 Chronicles 31:11-13, Nehemiah 10:38.

Bringing the sacred tithe to the storehouse is the model presented in Scripture. In every dispensation, God has had a central storehouse to manage the tithe. Seventh-day Adventists make up a worldwide religion/church in which the storehouse principle is accepted and practiced. Members are encouraged to return their tithe to the conference/mission through the local church where they hold membership. That conference/mission treasury is where pastors receive their salary.

“As God’s work extends, calls for help will come more and more frequently. That these calls may be answered, Christians should heed the command, ‘Bring ye all the tithes into the storehouse, that there may be meat in mine house.’ Malachi 3:10. If professing Christians would faithfully bring to God their tithes and offerings, His treasury would be full. There would then be no occasion to resort to fairs, lotteries, or parties of pleasure to secure funds for the support of the gospel.” - Ellen G. White, The Acts of the Apostles, p. 338.

Think what would happen if people were to send their tithe to wherever they wanted. If everyone did that, what would happen to God’s work? Hence, why is it important that we send our tithe to where it belongs?

PAZ Mission

20.2.18

O propósito do dízimo

Terça-feira, 20 de Fevereiro

Paulo escreveu a Timóteo: “Não amordaces o boi, quando pisa o trigo. E ainda: O trabalhador é digno do seu salário” (1 Timóteo 5:18). O apóstolo estava a citar Moisés (Deuteronômio 25:4), numa referência ao boi, e também Jesus (Lucas 10:7), que falou a respeito do trabalhador. A frase que menciona o boi parece ter sido um provérbio, e significa que é justo que o boi coma do grão enquanto trabalha. De idêntica maneira, o segundo provérbio significa que os obreiros dedicados ao evangelho devem ser recompensados com salários.

Deus cria e opera em sistemas. Ele projetou sistemas solares, ecossistemas, o sistema digestivo, nervoso e muito mais. O sistema de dízimos foi usado pelos levitas (Números 18:26) no seu cuidado para com o tabernáculo e também para o próprio sustento. Os levitas de hoje seriam aqueles que dedicam a vida à pregação do evangelho. O sistema divino de dízimos é Seu meio escolhido para o sustento do ministério, e tem sido usado durante toda a história da salvação. Sustentar estes obreiros com o dízimo é, portanto, fundamental à obra de Deus.

4. Leia 1 Coríntios 9:14. Qual é o significado destas palavras e a sua implicação moral? Leia 2 Coríntios 11:7-10. Que dificuldades enfrentou Paulo? O que ensina isto sobre a necessidade de sustentar os que pregam o evangelho?

Quando Paulo disse: “Despojei outras igrejas, recebendo salário, para vos poder servir” (2 Coríntios 11:8), ele estava a falar ironicamente sobre o facto de que recebeu salário de uma igreja macedônica pobre enquanto ministrava a uma igreja rica de Corinto. O seu argumento à igreja de Corinto foi que aqueles que pregam o evangelho merecem receber salário.

O dízimo deve ser usado para um propósito específico e deve permanecer assim. “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão a levar a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” (Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia, p. 103).

Leia Levítico 27:30. O princípio visto neste verso aplica-se a nós hoje?

Purpose of the Tithe

Tuesday February 20

Paul writes to Timothy: “You shall not muzzle an ox while it treads out the grain,’ and ‘The laborer is worthy of his wages” (1 Timothy 5:18, NKJV). He is quoting Moses in Deuteronomy 25:4 regarding the ox and Jesus from Luke 10:7 regarding the laborer. The phrase about the ox appears to have been a proverb, and it means it is fair for the ox to eat grain while working. In the same way, the second proverb means that devoted laborers who preach the gospel should be rewarded with wages.

God creates and operates in systems. He has designed solar systems, ecosystems, digestive systems, nervous systems, and many more. The tithing system was used by the Levites (Numbers 18:26) in caring for the tabernacle and for their support. The modern-day equivalent would be those who devote their lives to preaching the gospel. God’s tithing system is His chosen means for supporting the ministry, and it has been in use throughout salvation history. Supporting such laborers with tithe, then, is foundational and fundamental to God’s work.

What does Paul mean and what is the moral implication of the phrase “the Lord has commanded that those who preach the gospel should live from the gospel” (1 Corinthians 9:14, NKJV)? What does 2 Corinthians 11:7-10 teach about the need to support those who spread the gospel?

When Paul said, “I robbed other churches, taking wages from them to minister to you” (2 Corinthians 11:8, NKJV), he was speaking ironically of receiving wages from a poor Macedonian church while ministering to a rich Corinthian church. His point to the Corinthian church was that those preaching the gospel deserve to be paid.

Tithe is to be used for a particular purpose and must remain so. “The tithe is set apart for a special use. It is not to be regarded as a poor fund. It is to be especially devoted to the support of those who are bearing God’s message to the world; and it should not be diverted from this purpose.” - Ellen G. White, Counsels on Stewardship, p. 103.

Read Leviticus 27:30. In what ways is the principle seen here applicable to us today?

As bênçãos de Deus

Segunda-feira, 19 de Fevereiro

Em Malaquias 3:10, Deus prometeu bênçãos aos que devolvem fielmente o dízimo. No entanto, as Suas bênçãos não têm apenas uma dimensão. Enfatizar o acúmulo de bens materiais como uma bênção, à custa de tudo o resto, é uma visão muito estreita do que significa realmente receber a bênção de Deus.

Em Malaquias, a bênção é espiritual e temporal. A bênção de Deus é evidenciada na salvação, felicidade, paz e a certeza de que Deus faz o que é melhor para nós. Além disso, quando somos abençoados, somos compelidos a compartilhar essas bênçãos com os menos favorecidos. Fomos abençoados para abençoar outros. Através de nós, Deus é capaz de estender as Suas bênçãos a outros lugares.

2. Leia 1 Pedro 3:8, 9. Qual é a relação entre o ser abençoado e ser uma bênção para os outros? Assinale a alternativa correta:

A.( ) Nenhuma, pois Deus abençoa a cada um de modo independente.

B.( ) O objetivo de Deus é que compartilhemos as bênçãos que Ele derramou sobre nós.

O ato de devolver o dízimo resulta numa bênção dupla. Somos abençoados e também abençoamos outros. Podemos dar do que recebemos. As bênçãos de Deus alcançam-nos internamente e aos outros, externamente. (Leia Lucas 6:38).

3. “Há maior felicidade em dar do que em receber” (Atos 20:35). Isto aplica-se também ao dízimo?

A maior bênção trazida pelo ato de devolver o dízimo é que aprendemos a confiar em Deus (Jeremias 17:7). “O sistema especial de dízimos tem por base um princípio tão duradouro como a lei de Deus. Este sistema foi uma bênção para os judeus, do contrário o Senhor não lho teria dado. Assim será igualmente uma bênção aos que o observarem até ao fim do tempo. O nosso Pai celestial não instituiu o plano da doação sistemática com o intuito de enriquecer-Se, mas para que fosse uma grande bênção ao ser humano. Viu que o referido sistema era exatamente aquilo de que o homem necessitava” (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 3, p. 404, 405).

Já foi abençoado pelo Senhor por meio do ministério de outra pessoa? Como pode fazer o mesmo pelos outros?

The Blessings of God

Monday February 19

As we saw in Malachi 3:10, God promised a great blessing to those faithful in their tithe. Yet God’s blessing is not one-dimensional. To emphasize, for instance, the accumulation of material assets as a blessing, at the expense of everything else, is a very narrow view of what God’s blessing really is.

Blessing in Malachi is spiritual as well as temporal. The meaning of God’s blessing is evidenced by salvation, happiness, a peace of mind, and God always doing what is best for us. Also, when we are blessed by God, we are obligated to share those blessings with the less fortunate. We have been blessed in order to bless others. Indeed, through us God is able to extend His blessings elsewhere.

Read 1 Peter 3:8, 9. What is Peter saying to us about the relationship between being blessed and being a blessing to others?

From tithing a double blessing comes. We are blessed, and we are a blessing to others. We can give out of what we have been given. God’s blessings toward us reach inwardly and to others outwardly. “Give, and it will be given to you. . . . For with the measure you use, it will be measured to you” (Luke 6:38, NIV).

Read Acts 20:35. How does this apply to tithing as well?

The greatest blessing tithing teaches us is to trust God (Jeremiah 17:7). “The special system of tithing was founded upon a principle which is as enduring as the law of God. This system of tithing was a blessing to the Jews, else God would not have given it them. So also will it be a blessing to those who carry it out to the end of time. Our heavenly Father did not originate the plan of systematic benevolence to enrich Himself, but to be a great blessing to man. He saw that this system of beneficence was just what man needed.” - Ellen G. White, Testimonies for the Church, vol. 3, pp. 404, 405.

Think about times you have been blessed by the Lord through the ministry of someone else to you. How then can you go and do likewise for others?