18.4.09

As mãos do Mestre

É fácil falar não é? O difícil é vivermos o que dizemos. Péra, se calhar comecei a meio da conversa... ou não?

Mas vamos pensar juntos, o que passa no meu pensamento se me pedem para fazer algum trabalho... sem receber nada?! "Não, deves estar maluco! A vida custa a ganhar sabias?"

A única coisa que sei, é que tudo o que faço é pouco, pois sou apenas um pequenino e humilde homem, um instrumento que Deus ainda tem que calibrar mais, para o Seu trabalho. Mas mesmo fraco, devo ir. Porque, esqueceste o que disse o Mestre?

"Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes;
estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me.
Então os justos lhe perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos?
Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te?
E responder-lhes-á o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes." Mateus 25: 35-40

Seja onde for, em nossa casa, quando os nossos pais nos pedem para fazermos alguma tarefa em casa (seja qual for), seja na igreja quando nos pedem para ajudar, sei lá, na limpeza, seja num acampamento com 40 malucos (para os outros) mas alegres no serviço, pintando as roupas... perdão... as paredes da única casa que muitas crianças conhecem, estamos a servir o próprio Deus, e somos ao mesmo tempo as Suas mãos nesta terra.

Vejam este vídeo:



Um exemplo do muito que se pode fazer, mas começa por falar com Deus, para que te abra os olhos, olha à tua volta, pergunta, explora! Porque estamos aqui para servir, e não para ser servidos.

http://www.maranatha.org/
http://www.adventistvolunteers.org/
http://www.adra.org.pt/
http://www.abracaromundo.com/
http://www.cruzvermelha.pt/
http://www.ami.org.pt/

Se quiserem mais ideias de voluntariado, de onde servir, falem comigo, estejam à vontade, eu ajudo a encontrar onde e como podem servir, todos os dias, e no fim, viver uma vida de serviço em tudo o que fazemos. :)

Sem comentários: