11.3.09

Chega.

Mais um dia chegou ao fim, a noite envolve de novo o mundo. Vinha no carro para casa, e tocava no radio esta musica:



Ouvir isto fez mexer muita coisa cá por dentro (ajuda se perceberem a letra...), e a minha mente voou para outras paragens.

Foi então que me lembrei de algo. Recordam-se de uma cena no Love Actually (Colin Firth, Liam Neeson, Emma Thompson, Hugh Grant e tantos outros), quase no fim do filme, quando o Mark (Andrew Lincoln) esta à porta da casa da Juliet (Keira Knightley), que esta casada com o seu amigo (do Mark) Peter (Chiwetel Ejiofor)?



Bom, é a cena (fantástica, a meu ver) em que ele vai passando cartões para lhe dizer, finalmente, o que sente por ela. E pensava ela que ele não gostava dela. How wrong can a woman be...



Bem, to the point. No fim de tudo aquilo, e depois disto:



o Mark tem aquela que é, para mim a melhor linha de texto de todo o filme, e a que mais me diz (actualmente, pelo menos).

Mark tells himself, "Enough, enough now," perhaps acknowledging that it's time to move on with his life.

Ah! That is it! Enough is enough, quando chega, chega mesmo!



Nuff said.

Sem comentários: