6.1.08

Hopeless romantic

Talvez agora possam começar a argumentar que os meus posts se estão a tornar previsíveis. Well... who cares? I sure don't! Nunca foi meu propósito para este blog, escrever o que as pessoas querem ler ou ouvir. Não estou aqui para satisfazer ninguém. O que eu faço, é escrever, ou colocar vídeos ou fotos, quando sinto algo que quero partilhar. É só isso, sei que uns vão entender e outros rir-se de mim, mas no fim do dia, quem fica a ganhar sou eu. :)

Ok, para agora, uma musica do meu passado que voltei a encontrar. Que posso dizer? É uma musica linda cantada por uma mulher linda! Que se pode pedir mais? :) Mais uma vez, não consegui escolher a minha versão preferida, por isso, oiçam, vejam, e decidam-se por uma. Ou fiquem com todas, como eu.

Enjoy.



O autor deste video não permite embedding (Embedding disabled by request), por isso, sigam o link:

http://www.youtube.com/watch?v=BDkcJ-62uuY



Spend all your time waiting for that second chance
For the break that will make it ok
There's always some reason to feel not good enough?
And it's hard at the end of the day
I need some distraction, oh beautiful release
Memories seep from my veins
They may be empty and weightless, and maybe
I'll find some peace tonight

In the arms of an Angel, fly away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
You're in the arms of an Angel; may you find some comfort here

So tired of the straight line, and everywhere you turn
There's vultures and thieves at your back
The storm keeps on twisting, you keep on building the lies
That you make up for all that you lack
It don't make no difference, escaping one last time
It's easier to believe
In this sweet madness, oh this glorious sadness
That brings me to my knees

In the arms of an Angel, far away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
In the arms of an Angel; may you find some comfort here

Sem comentários: